03.11

Tudo anda tão esquisito ultimamente.
As pessoas se fecharam em redomas.
Se manifestam através de telas luminosas, longe de qualquer calor humano.
Desaprendemos a lidar com o calor humano.
Não sabemos mais como usar a voz.
O toque.
O abraço
… as indas e vindas.
Vivemos mas já estamos extintos.